Portugal Ventures investe 5 milhões de euros em empresas portuguesas

Start-PME.
Portugal Ventures investe 5 milhões de euros em empresas portuguesas

Portugal Ventures investe 5 milhões de euros em empresas portuguesas

A Portugal Ventures, sociedade de capital de risco participada pelo Banco Português do Fomento, vai investir 5 milhões de euros em startups portuguesas. O objetivo é apoiar o crescimento e a expansão das PME de base tecnológica no âmbito do Programa Consolidar.

Desde o início do ano, a Portugal Ventures já investiu 6,3 milhões de euros em 11 novos projetos. As empresas Fraudio, Miio, WalliD, FootAr, C-mo Medical Solutions, Pruvo e Spinach Tours vêm reforçar o portefólio da sociedade de capital de risco do Banco Português de Fomento.

Portugal Capital Ventures com investimento previsto de 32.500.000 euros
O BPF revelou que foram selecionadas 14 candidaturas entre as 33 apresentadas no âmbito do programa Consolidar, com um investimento do Fundo de Capitalização e Resiliência de 500 milhões de euros. Entre as candidaturas aprovadas encontra-se assim a da sociedade de risco Portugal Capital Ventures, com um investimento previsto pelo BPF de 32.500.000 euros.

De acordo com Tiago Simões de Almeida, administrador executivo do Banco Português de Fomento, a sociedade de capital de risco obteve uma classificação final que a coloca numa posição de mérito face a outras e que lhe permite ainda obter fundos. “A Portugal Ventures é uma participada do Banco Português de Fomento (BPF), colocando-se aqui as regras do Banco de Portugal. Quando há uma transação com uma parte relacionada, há um dever de cuidado especial, sendo necessário um conjunto de pareceres de órgãos distintos do banco, que atestem que essa relação de negócio constitui uma transação de mercado”, referiu o administrador executivo do BPF, Tiago Simões de Almeida, em conferência de imprensa.

Objetivo: apoiar o crescimento e expansão de PME de base tecnológica
O BPF avançou ainda que o investimento previsto terá como principal objetivo o crescimento e a expansão, nacional e internacional, de empresas de cariz tecnológico que estão neste momento a desenvolver soluções em diversos setores estratégicos.
“Os projetos em causa desenvolvem soluções em setores estratégicos e encontram-se atualmente num estágio de crescimento do seu negócio e reconhecimento no mercado nacional e internacional”, explica o presidente da Portugal Ventures, Rui Ferreira, citado em comunicado.

Co-investimento com parceiros internacionais
Do conjunto de startups investidas, quatro são provenientes da atividade regular da sociedade (Fraudio, Miio, WalliD e C-mo Medical Solutions), duas resultantes da Call Turismo (Pruvo e Spinach Tours) e outra através da Call Madeira (FootAr).
“Nestas operações, salientamos o coinvestimento com dois grandes parceiros de capital internacionais – Boehringer Ingelheim Venture Fund e High-Tech Gründerfond -, o que nos deixa muito confiantes na nossa estratégia de internacionalização da rede de parceiros de capital”, destacou o responsável.

O programa recebeu 20 candidaturas de empreendedores portugueses, ingleses, brasileiros, franceses e americanos, num total de investimento solicitado de 3,7 milhões de euros, tendo a maioria o objetivo de criação de novas empresas no arquipélago.

Sobre o programa Consolidar
O programa Consolidar é um dos programas de investimento do Fundo de Capitalização e Resiliência (FdCR) e visa promover o investimento em pequenas e médias empresas e ‘mid caps’ (empresas de média capitalização) impactadas pela pandemia de covid-19, mas economicamente viáveis. Este investimento pode ser realizado através de fundos de capital de risco geridos por intermediários financeiros.

Andreia Arenga

Partilhar

O conteúdo Portugal Ventures investe 5 milhões de euros em empresas portuguesas aparece primeiro em Start-PME.

Voltar para Notícias